MUB: o suplemento aliado da integração lavoura-pecuária

24 junho 2021

A Integração Lavoura-Pecuária (iLP) vem transformando a forma como o Brasil produz grãos e carne, contribuindo para o desenvolvimento de sistemas de produção mais eficientes e sustentáveis, melhorando atributos físicos, químicos e biológicos do solo (VILELA et al., 2003) e viabilizando a recuperação de áreas degradadas, um dos principais motivos associados à baixa produtividade da pecuária brasileira.


A disseminação e aplicação desta técnica ressalta a preocupação do setor agropecuário em relação à preservação ambiental por se tratar de um modelo de produção sustentável, assim como os sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF). Ambos os sistemas nos mostram que é possível produzir mais e com os recursos certos, sem a abertura de novas áreas, com a adoção de sistemas integrados de produção, harmônicos e sucessivos.


A iLP respeita também um dos princípios do plantio direto que é a cobertura permanente do solo, que pode ser utilizada tanto na integração quanto na agricultura que adota cultivos solteiros, sendo que já existem estratégias bem consolidadas de manejo do capim para que não gere prejuízos à cultura do milho ou da soja, por exemplo. Ademais, produtores de regiões que apresentam grande risco climático e solos mais arenosos, também têm obtido bons resultados produtivos com a técnica.


A escolha das espécies forrageiras que farão parte do sistema deve contemplar os objetivos específicos de cada modelo adotado na propriedade, por isso, fazer um planejamento é fundamental. Devem ser sempre consideradas as principais características e gargalos identificados, para que possam ser definidos os próximos passos, como por exemplo, o período que cada componente permanecerá no sistema.


Não há dúvidas de que o uso de tecnologias nutricionais associadas aos sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP) rendem ganhos promissores aos pecuaristas brasileiros, todavia, cuidados com a genética dos animais, aspectos reprodutivos, sanidade e demais manejos não devem ser negligenciados. A implantação de semiconfinamento e/ou confinamento associado à iLP também é uma alternativa a se pensar; na busca pela otimização, tudo que possa agregar valor faz a diferença – desde que que seja bem feito.


É importante relembrar que a suplementação alimentar é uma importante ferramenta para o aumento da eficiência dos sistemas produtivos – principalmente nos momentos de menor oferta e qualidade das forragens – pois o maior aproveitamento dos nutrientes leva ao incremento de índices zootécnicos e taxas de concepção. Isso, claro, contanto que o ajuste de lotação respeite a capacidade de suporte das pastagens, em conjunto com a manutenção de uma boa massa de forragem. Desse modo, é importante fazer previamente um estudo criterioso das opções disponíveis e sua viabilidade econômica.


Agora que já sabemos os diferenciais e benefícios que a iLP proporciona, não podemos deixar de mencionar os ótimos resultados que temos alcançado com MUB em propriedades de todo o país, inclusive naquelas que adotaram a técnica. A Mistura de Umidade Baixa (MUB), utilizada com sucesso no exterior e que está revolucionando a suplementação bovina no Brasil, é uma tecnologia 100% De Heus, resistente ao clima e que melhora a gestão e aproveitamento das pastagens por ser um suplemento móvel e de fácil manejo. Rico em energia, proteína, macro e microminerais, vitaminas e aditivos, MUB é responsável por potencializar o desempenho do rebanho devido à melhora da fisiologia do rúmen e aumento da eficiência alimentar. Por dispensar o uso de cocho e por sua resistência ao clima, reduz o custo operacional e desperdícios com suplemento, entre outras vantagens.

Faça uma prova de resultados e comprove!

Fale com os nossos especialistas

Referência Bibliográficas

VILELA, L.; MACEDO, M.C.M.; MARTHA JUNIOR, G.B.; KLUTHCOUSKI, J. Benefícios da integração lavoura-pecuária. In: KLUTHCOUSKI, J.; STONE, L.F.; AIDAR, H. (Ed.). Integração lavoura-pecuária Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, 2003. p.143-170.


MEDEIROS, Sergio; GOMES, Rodrigo. Suplementação de bovinos de corte na integração lavoura-pecuária-floresta. Infoteca-e. Disponível em: Infoteca-e. Acesso em: 21 junho 2020.


BENDAHAN, Amaury. Integração Lavoura-Pecuária em pequenas propriedades: o que o produtor precisa saber.  Disponível em: Embrapa. Acesso em: 21 junho 2020.