Reprobeef: Nutrição da vaca de cria durante o período seco

08 junho 2021

Em grande parte das propriedades de cria – principalmente as localizadas no Brasil central – os pecuaristas enfrentarão um período nutricional desafiador para o seu rebanho. A transição entre o outono e o inverno e posteriormente o período seco do ano traz consigo características climáticas que influenciam negativamente a qualidade das pastagens. Neste momento, as fazendas que realizaram a estação de monta durante o verão, apresentam vacas gestantes entre o segundo terço e/ou já na fase final da gestação.

Durante muito tempo, acreditava-se que o terço final da gestação era a fase mais importante para o desenvolvimento do bezerro em decorrência do expressivo crescimento do feto, no entanto, pesquisas realizadas nas últimas duas décadas evidenciaram que os primeiros seis meses de desenvolvimento embrionário são essenciais para a produção de bezerros eficientes, pesados e saudáveis, pois é neste período que ocorre a formação de órgãos fundamentais para o metabolismo do animal, a formação das fibras musculares e dos adipócitos que constituirão a futura carcaça. Portanto, se as matrizes são submetidas a algum nível de deficiência nutricional durante esse período, consequentemente o desenvolvimento da cria não se dará de forma desejada, podendo haver perdas de desempenho e rendimento de carcaça futuramente.

Observe no gráfico abaixo que ao final do período das águas – em vista da consequente diminuição da qualidade e disponibilidade da forragem – é necessário manter o aporte nutricional das matrizes devido à lactação e gestação:

Gráfico Reprobeef

Neste sentido, é muito importante que as matrizes – durante o período seco do ano –possam receber suplementação adequada visando maximizar o desenvolvimento da progênie nos aspectos de crescimento e desenvolvimento das carcaças, qualidade da carne, idade a puberdade e fertilidade. Para o sucesso desta fase, é necessário que seja feito um planejamento alimentar da propriedade aliado a um bom manejo das pastagens. Desta forma, é possível adotar um plano nutricional específico para o rebanho de acordo com a realidade produtiva da fazenda.

Por fim, entendemos que a nutrição desempenha um papel determinante para se obter um bezerro saudável e mais pesado, e também para a boa performance reprodutiva das matrizes, pensando nisso, a De Heus desenvolveu o Reprobeef, um plano nutricional específico para a fase de cria, levando em consideração a realidade climática e a situação das pastagens de cada propriedade. Entre em contato com a nossa equipe técnica para mais informações.