Home / Artigos / Confinamento de bovinos: três pontos importantes que auxiliam a nutrição animal a obter melhores resultados

Confinamento de bovinos: três pontos importantes que auxiliam a nutrição animal a obter melhores resultados

- Na atual realidade da pecuária de corte muito se fala em retorno financeiro da atividade, da necessidade em se ter eficiência, de se produzir mais em uma mesma área e em menor tempo possível. Quando se atinge o ápice da intensificação produtiva, ferramentas são utilizadas como estratégias para potencializar os ganhos de peso e de carcaça dos animais e muitas vezes se tem como prioridade apenas os desafios nutricionais aos animais, deixando de lado pontos vitais para o sucesso da atividade como um todo.

Por Emanuel Oliveira, Nutricionista Ruminantes

Seria muito injusto por parte dos nutricionistas considerar os bovinos apenas como uma máquina, que após o abastecimento com material orgânico de qualidade duvidosa (dieta), transformaria toda essa massa fermentável em um produto nobre, essencial à saúde humana e que se apresenta como uma importante renda a essa nação.  A nutrição é fundamental sim!! Sempre será a principal ferramenta para gerar os produtos da pecuária. No entanto, o refinamento de alguns pontos que normalmente são deixados de lado, potencializam os resultados e podem auxiliar no sucesso da engorda confinada, além de beneficiar os animais com melhoria de seu bem-estar.

Considerando que os protocolos sanitários foram realizados anteriormente ao início do período de engorda, os cuidados e manejos para o êxito do confinamento iniciam-se com a escolha dos animais e a formação dos lotes.

Salienta-se que os bovinos são animais gregários, que vivem e apresentam relações sociais, estabelecendo hierarquia entre dominantes e submissos. Neste sentido, o quão rápido ocorre o estabelecimento da hierarquia do grupo, menor o problema com interações violentas. 

A homogeneidade dos lotes do confinamento é muito importante para que o direcionamento nutricional tenha êxito e que as exigências nutricionais sejam supridas, ou seja, devemos ter animais parecidos no lote.

Quanto ao tamanho do lote o pecuarista deve ter em mente que os lotes devem possuir animais com peso e tamanho corporal homogêneo, uma variação de peso máxima entre 30 e 40 kg seria ideal. Os lotes com variação de 100 a 150 animais é interessante, podendo ser considerado lotes menores, sem nenhum problema.  É mais fácil homogeneizar lotes com menor número de animais. Além disso, existe uma facilidade de reconhecimento individual dos animais em lotes menores. Reduzindo problemas com comportamento agressivo entre os membros do lote.

O tipo de animal também deve ser levado em consideração, agregando animais com fenótipo e genótipo similares em um mesmo lote. Ou seja: macho com macho, fêmea com fêmea, zebuíno com zebuíno e taurino com taurino.

A área disponível para os animais no curral também influencia no ganho de peso e o bem-estar dos animais. Nos confinamentos brasileiros, é comum o uso da regra de 15/16 m2 por animal. Porém, recentes publicações científicas mostraram que aumentar a área disponível por animal no confinamento (de 12 m2 para 24 m2) gera aumento no ganho de peso, redução no estresse dos animais e hematomas nas carcaças.  Outro ponto quanto o aumento da área disponível por animal é a possiblidade de reduzir o pó no período seco e o acúmulo de barro no período das águas.

Por fim, o conforto térmico também é aspecto relevante no confinamento. Independentemente da origem do animal, de ser um zebuíno ou taurino adaptado, os bovinos, sempre que disponível, vão escolher ficar na sombra. A sombra no confinamento influencia no bem-estar do animal e no desempenho. Animal com conforto térmico, consome mais e possui menor perda energética para a manutenção corporal.

Com este artigo, tivemos o objetivo de salientar que três pontos particularmente simples influenciam o sucesso da engorda confinada e potencializam o uso dos recursos alimentares e por consequência o resultado econômico. A responsabilidade dos técnicos da De Heus vai além de apresentar soluções nutricionais. Respeitar o ambiente e os animais, conhecer os detalhes que melhoram a eficiência produtiva são pontos cruciais para promover o progresso da atividade pecuária e nós estamos prontos para isso!